Sabores típicos da região de Setúbal combinados com técnicas e ingredientes sustentáveis é a base criativa de um jantar de Natal, a realizar no dia 17, na Casa da Baía, que adiciona ainda uma componente social.

Caldeirada de peixe e marisco da costa sadina servida no interior de concha de sapateira é uma das propostas surpreendentes que chegam à mesa do Jantar de Natal Sustentável, confecionado e servido por alunos da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, numa coorganização com a Câmara Municipal.

A refeição, servida a partir das 20h00, é composta por cinco pratos com sabores da região de Setúbal.

Nas entradas, ostra do Sado com granizado de maçã riscadinha de Palmela, fusão colocada dentro da casca do próprio molusco, um pão recheado com chouriço das Lagameças e queijo de Azeitão e mil folhas de choco de Setúbal com marmelos.

O prato principal é do mar. Uma caldeirada de peixe e marisco da costa, como raia, sapateira, mexilhão e pata roxa, com batata doce da Comporta, enriquece o menu, que termina com uma sobremesa adoçado por queijadas de moscatel com gelado de ervas da Arrábida, complementada com doces de Natal.

O evento gastronómico de dia 17 tem como principal mote a sustentabilidade e o reaproveitamento dos ingredientes confecionados, numa política de desperdício reduzido.

Tal princípio estende-se ao custo de vinte euros do jantar, com metade da receita a reverter a favor de uma causa social.

Há ainda um menu de dez euros para as crianças dos 4 aos 10 anos. Até aos 3 anos não pagam.

As inscrições, limitadas a quarenta pessoas, devem ser concretizadas até dia 13, no Gabinete de Projetos Especiais da Câmara Municipal de Setúbal, pelo endereço gape@mun-setubal.pt.

Este evento gastronómico realiza-se no âmbito da marca Terra de Peixe, que, desde 2015, divulga a gastronomia sadina e estimula a restauração local e a sua participação em atividades do concelho enquanto destino turístico de excelência.