O Teatro O Bando estreou esta quinta-feira no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal, “Purgatório”, baseado na obra “A Vida Divina”, do italiano Dante Alighieri.

Em cena até domingo, a peça de teatro baseada na segunda estação das três versadas em “A Divina Comédia”, poema fundamental na história da literatura, traduzida por Sophia de Mello Breyner Andresen, é desenvolvida numa coprodução com o Coro Setúbal Voz, a Câmara Municipal de Setúbal e o Teatro Nacional D. Maria II.

Depois de “Inferno” em 2017, na peça apresentada ontem à noite o Teatro O Bando mostra a viagem de Dante ao longo de três manhãs, três tardes e três noites atravessando o purgatório, lugar onde se purificam as almas que, não merecendo o Inferno, não podem entrar no Céu sem expiarem a culpa.

Com dramaturgia de Miguel Jesus, encenação de João Brites e música de Jorge Salgueiro, a peça conta no elenco com os atores Fernando Luís, Nélson Monforte, Rita Brito e Sara Belo e com a participação de dois guitarristas e de quarenta coralistas do Coro Setúbal Voz.

O espetáculo, com bilhetes a onze euros para a plateia e nove para o balcão, pode ser visto no Fórum Luísa Todi hoje e amanhã, às 21h30, e no domingo, às 17h00.

Em novembro, “Purgatório” vai estar em cena no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa.