Para monitorizar os níveis de poluição do ar que respiramos, o município de Setúbal aderiu ao projeto QualAr, que consiste numa recolha de dados relativos à qualidade do ar, de forma contínua em três estações – Quebedo, Arcos e Camarinha – para um sistema remoto de software que é gerido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT).

Este índice ajuda a controlar o bem-estar das populações e evita a exposição das mesmas a episódios de poluição. Os poluentes atmosféricos podem ser particularmente nocivos para crianças, idosos, grávidas e indivíduos que sofrem de problemas respiratórios e cardíacos.

As estações da qualidade do ar de Setúbal estão equipadas com analisadores automáticos que monitorizam, em tempo real e contínuo, a concentração dos principais poluentes atmosféricos:

  • Óxidos de Azoto (NOx);
  • Ozono (O3);
  • Partículas (PM10 e PM2.5);
  • Monóxido de Carbono (CO);
  • Dióxido de Enxofre (SO2);
  • Compostos Orgânicos Voláteis (COV).

Pode consultar todas as informações sobre a qualidade do ar em QualAR.

Fonte: www.setubalambiente.pt