O ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, mergulhou no dia 15 de junho nas águas do estuário do Sado para conhecer as pradarias marinhas e o trabalho desenvolvido pela associação Ocean Alive na proteção deste habitat.

Com o objetivo de sensibilizar o Governo para o reconhecimento e proteção das pradarias marinhas, a Ocean Alive levou o ministro da Mar a fazer um mergulho no Sado no qual Ricardo Santos conheceu de perto este habitat que serve de berçário e suporte de espécies emblemáticas, designadamente os cavalos-marinhos e os golfinhos.

A iniciativa prosseguiu na Casa da Baía para um almoço, com salada de choco e paté de tainha na ementa, confecionado pelas mariscadoras que integram a associação e que contou com as presenças da presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, e da vereadora do Ambiente, Carla Guerreiro,

Após o almoço, as mariscadoras apresentaram o trabalho desenvolvido pela Ocean Alive na proteção das pradarias e identificaram as causas que as ameaçam, na expectativa de contar com o envolvimento do Governo para a resolução de problemas e envolvimento no projeto.

A iniciativa, organizada pela Ocean Alive, contou, igualmente, com a participação da presidente da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, Lídia Sequeira, e de representantes do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.