Jardim dedicado às Energias Renováveis com equipamentos pedagógicos, que integra a Rede de Centros de Educação Ambiental do Concelho de Setúbal e outras regiões.

Os equipamentos são autossuficientes energeticamente, o que minimiza as necessidades de manutenção e estimula à aprendizagem sobre as energias renováveis.

Foram colocados equipamentos que minimizam os riscos de vandalismo e roubo.

Procurou-se obter simplicidade e clareza nos conteúdos informativos, de forma a que sejam acessíveis a todos, não descartando o rigor científico.

Espaço para a promoção do bem-estar, permitindo a utilização por pessoas com multideficiência ou com alteração do processamento sensorial, contribuindo para a reabilitação e melhoria da qualidade de vida.

Jardim para viver, sentir, experimentar e usufruir de uma diversidade de sensações que podem proporcionar o relaxamento ou a estimulação, em contacto com o meio ambiente, tornando-se numa mais-valia terapêutica, por vezes difícil de conseguir em contexto fechado, permitindo experiências sensoriais através do tato, da audição, da visão, do olfato.

Acessível a pessoas com deficiência motora ou mobilidade condicionada, com deficiência visual ou com deficiência auditiva.

Permite que pessoas com deficiência e/ou doença mental, mas também com perturbações do desenvolvimento, como indivíduos com PEA – Perturbações do Espectro do Autismo usufruam deste espaço, através da colocação de diferentes estímulos, como plantas aromáticas, elementos de água (canais, lago, repuxo) e efeitos sonoros de girandolas movidas com a energia do vento, entre outros estímulos.

Conta com um pavimento em deck compósito nas estações, diferente dos percursos pedonais, de forma a permitir que pessoas invisuais consigam reconhecer os mesmos. É pretendido que, com o toque de diferentes texturas, da bengala ou do caminhar sobre o pavimento em deck compósito, seja possível diferenciar o tipo de zonas em que se está e distinguir entre a zona informativa de cada estação e o percurso que permite o acesso à mesma.

As intervenções a realizar no conjunto jardim/edifício adjacente estão pensadas de forma a assegurar um balanço zero no que concerne às emissões de dióxido de carbono.

Conta com uma pequena central geradora (fotovoltaica e eólica) com capacidade de fornecer toda a energia necessária ao funcionamento do conjunto jardim/edifício, apresentando um balanço de carbono nulo, indo assim ao encontro da estratégia europeia Nearly Zero – Energy Building, para 2020.

Tem várias estações, em que cada uma conta uma história educativa para os diferentes públicos-alvo:

Pré-escolar
Apresentação de uma história em que as crianças são confrontadas com os elementos naturais e com o mundo da energia e respetiva utilização.
Primeiro ciclo
Abordagem de princípios muito básicos dos sistemas de aproveitamento das energias renováveis e da preservação dos recursos.
Segundo e terceiro ciclos
Conteúdos progressivamente mais complexos e adequados aos programas lecionados.
Secundário e população em geral
Guião com elevado grau de flexibilidade, com a função de incentivar o debate em torno de cada um dos temas abordados.

Para o desenvolvimento dos conteúdos será solicitado o auxílio de professores dos diferentes graus de ensino, de forma a estabelecer melhor a ponte entre os conteúdos disponibilizados e os programas letivos das escolas.

A realização das visitas guiadas com grupos de até 25 elementos terá uma duração previsível de 1 hora e 30 minutos, com acompanhamento por um guia devidamente formado. Este local poderá ser visitado de uma forma espontânea, sendo disponibilizados meios adequados em casos específicos de pessoas com mobilidade reduzida.

Para marcações de visita: geral@ena.com.pt