Catarina Dionísio, 17 anos, venceu, no sábado à noite, o XI Concurso de Fado de Setúbal, numa gala com seis cantores em competição, perante o salão esgotado da Sociedade Musical Capricho Setubalense.

A jovem estudante do ensino secundário, residente em Queluz, convenceu o júri da prova com a interpretação dos fados “Marcha do Marceneiro” e “Fado Tamanquinhas”, consagrando-se, assim, vencedora da edição deste ano do Concurso de Fado de Setúbal.

“Nasci no fado. Os meus avós cantavam, a minha mãe também canta. Sempre ouvi fado”, comenta Catarina Dionísio, que, desde há dois meses, canta duas vezes por semana na casa de fados O Forcado, no Bairro Alto, Lisboa.

Sobre ter vencido o XI Concurso de Fado de Setúbal, a jovem fadista, que recebeu o galardão das mãos do vereador da Cultura da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, diz que foi “um misto de sentimentos, entre alegria e surpresa”, por não estar habituada a participar em competições.

“Desde sábado que a ideia que me ocorre é a de que quero, de facto, fazer do fado a minha vida. É o meu sonho. Quero que seja a minha profissão”, refere.

Catarina Dionísio arrecadou um prémio monetário no valor de 600 euros e o convite para a participação na Feira de Sant’Iago 2020.

O segundo lugar foi atribuído a Maria Passarinho. A jovem, natural de Fernão Ferro, recebeu o prémio de 400 euros e ainda o convite para cantar na Feira de Sant´Iago 2020.

O júri do concurso atribuiu o terceiro lugar a Raquel Faria, que acumulou igualmente o “Prémio do Público”. A jovem natural de Palmela recebeu a quantia total de 450 euros, referentes ao valor de 300 euros pelo terceiro lugar e de 150 euros pela eleição do público.

A menção honrosa para o melhor vencedor do concelho de Setúbal foi entregue a Pedro Conceição.

O evento teve também em competição os fadistas Tiago Conceição, de Fernão Ferro, José Ferreira, de Setúbal, e Sara Coito, de Lisboa. Estes finalistas receberam, cada um, um prémio no valor de 100 euros.

O XI Concurso de Fado de Setúbal foi organizado numa parceria entre a Câmara Municipal de Setúbal e a Capricho Setubalense. Na noite de sábado ouviu-se ainda a voz da fadista Teresa Tapadas, artista convidada.