O cinema e a música dão origem ao inédito Film Fest – Festival de Cinema Musicado ao Vivo, a decorrer entre os dias 10 e 20 de outubro, em vários espaços e equipamentos de Setúbal, com cine-concertos, palestras, oficinas e uma exposição

O evento, em edição de estreia, organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, apresenta-se no Fórum Municipal Luísa Todi e no Cinema Charlot – Auditório Municipal, com a exibição de mais de duas dezenas de filmes, acompanhados de bandas sonoras ao vivo, criadas e interpretadas por bandas e músicos convidados.

No Film Fest, dinamizado em parceria com o Festroia e a 50 Cuts – Associação Cinematográfica, passam obras mais conhecidas do público e também cinema de autor, todas exibidas com acompanhamento musical de vários artistas para reinventar bandas sonoras criativas e singulares.

O filme “L’Inferno”, de Francesco Bertolini, Giuseppe de Liguoro e Adolfo Padovan, tem honras de abertura do certame, em sessão agendada para o dia 10, às 21h30, no Fórum Municipal Luísa Todi. A obra cinematográfica de 1911 é exibida com a atuação ao vivo do Coro Setúbal Voz.

No Fórum Municipal Luísa Todi, sempre às 21h30, estão em exibição, a 11, “Shoes”, com música por Gonçalo Simões, a 12, “Beautifull Things”, acompanhado de Giorgio Ferrero e Rodolfo Mongitore, a 19, “I’m Furious Red” e “Giuseppi”, ao som dos MODS Collective, e a 20, “Sherlock Jr.”, com música por Noiserv.

O Fórum Municipal Luísa Todi recebe ainda, no dia 18, às 14h30, em sessão escolar, a apresentação final do atelier de sonorização “Mini-Mancinis”, com a exibição dos filmes “Felix in Hollywood” e “O Imigrante”, ambos com acompanhamento musical ao vivo por Charlie Mancini e formandos do atelier.

Já o Cinema Charlot – Auditório Municipal recebe, a 12, uma sessão dupla. Às 16h00, há uma homenagem ao realizador Norman McLaren, com a exibição dos filmes “Mosaico”, “A Chairy Tale”, “Blinkity Blank”, “Neighbours” e “Loops”. As bandas sonoras ao vivo estão a cargo de Daily Misconceptions. Às 17h00, passam “Étude Cinémaotgraphique sur une arabesque” e “L’Invitation au voyage”, de Germaine Dulac, com banda sonora a cargo de A Negra (Sara Ribeiro).

Entre as mais de uma dezena de sessões previstas no Film Fest, o Cinema Charlot exibe, no dia 13, às 18h00, o filme “Rita ou Rito?…”, com música por O Manipulador, e, no mesmo dia, às 21h30, “Os Lobos”, em sessão de cinema musicado ao vivo por Tó Trips.

“O Homem da Câmara de Filmar”, com Norberto Lobo a cargo do acompanhamento musical, no dia 18, às 21h30, e “O Gabinete do Doutor Caligari”, com música por Jorge Moniz e Mário Delgado, a 20, igualmente às 21h30, são outras obras cinematográficas em exibição no Cinema Charlot.

Entre as atividades paralelas do Film Fest – Festival de Cinema Musicado ao Vivo, destaque para uma exposição de ilustrações de Tó Trips, intitulada “Eram os Cartazes mais Rápidos do Mundo”, a inaugurar no dia 5, às 18h30, no Espaço Ilustração da Casa da Cultura, onde fica patente até dia 30.

Os bilhetes para as sessões do Film Fest têm o custo de 8 euros para o público em geral e de 6,5 euros para estudantes até 25 anos e maiores de 25 anos. Há ainda a possibilidade de aquisição de um passe para todos os cine-concertos do festival, por 35 euros. As atividades para as escolas são gratuitas, mediante inscrição.

O programa completo do Film Fest – Festival de Cinema Musicado ao Vivo pode ser consultado na página da Câmara Municipal de Setúbal, em www.mun-setubal.pt. Mais informações sobre a promoção do evento podem ser obtidas pelo correio eletrónico pulsar.fest@mun-setubal.pt.