Festival “Música à Mostra”

0
424

Dois palcos e 15 concertos de bandas com projetos musicais alternativos.

O festival “Música à Mostra” é para todos os que gostam de boa música. Nos dias 28 e 29 de setembro haverá concertos com muitas bandas novas no Palco Auditório José Afonso e o Palco Casa do Largo. O melhor de tudo é que a entrada é livre.

No dia 28, o Palco Auditório José Afonso recebe J.WHAL às 17 horas e Chá do Chile às 17h50. Durante a noite atuam os Paper Hearts, às 21h30, os Rivertied, às 22h20 e os Claraboia, banda portuguesa de Dream Pop, às 23h10. As Anarchicks atuam à meia-noite.

No outro palco os Urso Bardo dão concerto de música alternativa, às 19h40. Às 18h40 é a vez de João da Ilha, banda de música tradicional portuguesa.

A 29 de setembro, atua Conan Osiris, que junta os géneros dance hall, kizomba, passando pela eletrónica e música étnica. Às 21h30 tocam os Fly The Sun, de rock alternativo, às 22h20 são os D’lamotta, banda de hip hop/rap e às 23h10, a música termina com o projeto a solo de Diogo Gima.

No palco Casa do Largo, atuam os Maggie às 17 horas e os Museum Museum às 17h50, duo composto por Marta Banza e Miguel Reis. Às 19h40 os Whales dão concerto. E às 20h40 a música continua com o DJ Plus One.

Além do festival há uma exposição de pintura, um workshop sobre o gap year e uma aula aberta sobre as transformações de Setúbal enquanto cidade industrial na Casa do Largo – Pousada da Juventude, que fica no Largo José Afonso. Todos com entrada gratuita.

Até 30 de setembro, domingo, pode ver no auditório da Casa do Largo, a exposição de pintura “Partida, Lagarta, Fugida”, de Tiago Hesp, entre as 9 horas e a a meia-noite.