O Governo determina, ainda, que as atividades e espaços que permanecem encerrados possam abrir quando disponham de orientação específica da Direção-Geral da Saúde.

Os parques aquáticos, centros de explicações e escolas de línguas podem reabrir a partir de segunda-feira, dia 15, anuncia o Governo

De acordo com as medidas aprovadas no Conselho de Ministros desta terça-feira, continua a estabelecer-se como regra que os estabelecimentos que retomaram ou retomem a sua atividade não possam abrir antes das 10h00.

Não são abrangidos por esta determinação os ginásios e academias, para além das situações já excecionadas, permitindo-se que abram antes das 10h00.

O Governo determina, ainda, que as atividades e espaços que permanecem encerrados possam abrir quando disponham de orientação específica da Direção-Geral da Saúde (DGS) relativas ao seu funcionamento.

Os centros comerciais de em Lisboa e Vale do Tejo também reabrem na próxima segunda-feira, 15 de junho, avançou ao início da tarde o primeiro-ministro, António Costa.

“Decidimos eliminar a partir de segunda-feira as restrições que ainda existem diferenciadas em relação ao conjunto do país, designadamente permitir a abertura dos centros comerciais de acordo com as regras da Direção Geral da Saúde”, anunciou António Costa no final do conselho de ministros.

Por outro lado, a situação de calamidade no país devido à pandemia de covid-19 vai continuar até ao final do mês de junho devido aos feriados, festejos dos santos populares e reabertura das fronteiras aéreas, disse António Costa.