Os pianistas Joana David, Nuno Margarido Lopes e João Paulo Santos recordaram marcas importantes deixadas na escrita pianística por Beethoven, em concerto realizado na passada sexta-feira à noite no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal.

Neste espetáculo, em formato de concerto-pedagógico, com duas horas de duração, os músicos destacaram a influência de Beethoven na escrita pianística do século XVIII e que abriu o caminho para um novo modo de expressão, o Romantismo.

Intitulado “Do Classicismo ao Romantismo. O legado pianístico de Beethoven”, o evento recuperou peças de Muzio Clementi, Johann Nepomuk Hummel, Carl Czerny, John Field, Stephen Heller, Friedrich Kalkenbrenner, Eduardo Dussek, William Sterndale Bennett, Anton Diabelli e Franz Schubert.

O concerto realizado em Setúbal foi enquadrado nas comemorações do 250.º aniversário do nascimento de Ludwig van Beethoven, compositor alemão nascido em Bona, a 17 de dezembro de 1770, e que viveu a maior parte da vida na capital austríaca de Viena.