A Câmara Municipal de Setúbal aprovou hoje, em reunião pública, um protocolo de colaboração com a Junta de Freguesia de Azeitão e a Associação Cultural Sebastião da Gama para a criação da Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama.

Para o município, a memória do poeta, professor e pedagogo Sebastião da Gama e a contribuição de Joana Luísa durante mais de seis décadas constituem fatores de maior importância e devem ser perpetuados.

A Câmara Municipal de Setúbal e a Junta de Freguesia de Azeitão desenvolvem uma política particularmente ativa no setor da cultura, que conta com o apoio e a participação das associações do concelho.

A Associação Cultural Sebastião da Gama, criada em 2006, tem como objetivo principal a promoção do conhecimento da vida e obra de Sebastião da Gama, a valorização do seu património e da sua estética literária e a prática pedagógica.

De igual modo, desenvolve apoio a ações e estudos que contribuam para maior conhecimento e melhor divulgação da obra literária do poeta, colabora na preservação do seu património literário e pedagógico e coopera com instituições, públicas ou privadas, nacionais ou estrangeiras, em ações que comunguem dos mesmos objetivos.

O município de Setúbal, a Junta de Freguesia de Azeitão e a Associação Cultural Sebastião da Gama, por disposição testamentária da viúva do poeta, Joana Luísa d’Oliveira Rodrigues da Gama, unem agora esforços na concretização da criação da Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama.

“Considera-se fundamental a criação de um espaço condigno e reservado, para albergar as coleções e o espólio literário, e que permita também divulgar a vida e a obra de Sebastião da Gama”, lê-se na proposta da autarquia.

A Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama vai ser instalada num imóvel doado em testamento por Joana Luísa da Gama à Associação Cultural Sebastião da Gama, em Vila Nogueira de Azeitão, e disponível para visitas e consultas do público.

O protocolo estabelecido prevê que o município, a Junta de Azeitão e a Associação Cultural Sebastião da Gama “concretizarão a criação da Casa-Memória e definirão o modelo para a sua gestão e dinamização.”

No âmbito do acordo, a Câmara Municipal de Setúbal disponibiliza 100 mil euros à Associação Cultural Sebastião da Gama “para as obras de remodelação e adaptação do edifício”.

A autarquia assegura ainda “o apoio técnico especializado para a inventariação, tratamento, conservação e disponibilização do espólio ao público” e providencia os recursos humanos necessários para a abertura e o funcionamento do espaço.

O acordo estabelece que à Junta de Freguesia de Azeitão “compete a aquisição do mobiliário e equipamento necessário” para o correto funcionamento, bem como a garantia da “manutenção e conservação” do espaço.

A Associação Cultural Sebastião da Gama garante a gestão e conservação do espaço e dos bens legados, “de acordo com os seus objetivos e as disposições testamentárias” de Joana Luísa Gama.

Deve igualmente, conforme o acordo estabelecido, “assumir o pagamento das despesas resultantes da gestão corrente e referentes a telecomunicações, alarmes, água e eletricidade.”

É ainda da responsabilidade da Associação Cultural Sebastião da Gama a elaboração e promoção de um programa de atividade “que respeite de forma integral as disposições testamentárias” de Joana Luísa na gestão dos bens e coleções.