Duas dezenas de espetáculos, workshops e uma homenagem ao ator Carlos César marcam a segunda edição do Bambolinices – Bienal de Teatro e Artes Performativas para Toda a Família, a decorrer entre 15 e 23 de fevereiro.

O certame, organizado pela cooperativa GATEM – Espelho Mágico com apoio da Câmara Municipal de Setúbal, está de regresso para promover o teatro e as artes performativas, cultivar o intercâmbio cultural e a formação de novos públicos, bem como estabelecer contacto com as expressões artísticas de outros países.

“Temos dezanove eventos para todos os públicos e todos os gostos, distribuídos por diferentes espaços culturais e do movimento associativo da cidade e de Azeitão”, revelou o diretor da GATEM, Ricardo Cardoso, na apresentação pública do programa do Bambolinices, esta manhã, na Casa da Cultura.

Fórum Municipal Luísa Todi, Cinema Charlot – Auditório Municipal, coreto da Avenida Luísa Todi, Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, Centro Social Nossa Senhora da Paz da Cáritas, Associação de Socorros Mútuos Setubalense, Inatel de Setúbal, Casa do Largo, Teatro de Bolso e Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau são os locais que recebem os eventos da segunda edição do certame, numa descentralização cultural destacada pelo vereador da Cultura, Pedro Pina.

“O Bambolinices tem particularidades que a Câmara Municipal valoriza. Além de preencher diferentes espaços culturais da cidade, não fica fechado no conforto do centro da cidade e vai até Azeitão.”

O autarca sublinha, igualmente, o facto de o certame promover “o intercâmbio com companhias vindas de vários pontos do país e até do estrangeiro”, contribuindo para a projeção de Setúbal.

Tendo em conta esta característica do certame, Ricardo Cardoso adiantou que a organização do Bambolinices recebeu 48 candidaturas de grupos de teatro nacionais e estrangeiros, “número que comprova o prestígio e a singularidade do evento”.

Após um tributo ao ator Fernando Guerreiro na primeira edição, em 2018, o Bambolinices – Bienal de Teatro e Artes Performativas para Toda a Família homenageia este ano Carlos César, ator, encenador, fundador do Teatro Animação de Setúbal e figura cimeira do teatro para a descentralização cultural.

A homenagem realiza-se no espetáculo de abertura do festival, no dia 15 de fevereiro, às 17h00, no Fórum Luísa Todi, após a apresentação da peça “O Corcunda de Notre-Dame”, uma produção da GATEM – Espelho Mágico, adaptada por Miguel Assis do clássico de Victor Hugo.

Os bilhetes para o espetáculo inaugural têm o valor de cinco euros, com a possibilidade de aquisição do Pack Família, que proporciona entradas a quatro euros mediante compras iguais ou superiores a três bilhetes.

À noite, com início às 21h00, no salão da Associação de Socorros Mútuos Setubalense e de entrada livre, o Teatro Zero, companhia de Vila Franca de Xira, apresenta “Recoletor de Histórias”, tertúlia poética e musical de um contador de histórias recolhidas pelos locais por onde passou.

O coreto da Avenida Luísa Todi é o palco, no dia 16, às 15h00, para a “Comédia Muda”, da Mala d’Arte, Braga, encenação gratuita para o público apreciador de humor inspirado em nomes da comédia da cinematografia sem som, como Charles Chaplin e Buster Keaton.

A companhia lisboeta ProtagonizaMagia leva ao Fórum Municipal Luísa Todi, também no dia 16, mas às 17h00, “A Cigarra e a Formiga”, numa adaptação da fábula infantil, em que quatro atores se desdobram em dez personagens distintas. As entradas têm o valor de cinco euros, com possibilidade de aquisição do “Pack Família”.

A terminar o dia, com início às 21h00, na Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, o Grupo de Teatro do Banco de Portugal, de Lisboa, encena “BrinCadeiras”, espetáculo que gira em torno das pessoas e das suas cadeiras. Os bilhetes custam cinco euros, com Pack Família disponível.

A 17 de fevereiro, às 11h00, no Centro Social Nossa Senhora da Paz, da Cáritas, a Anima Teatro, do Seixal, apresenta “Estações: Teatro para bebés”, enquanto, às 14h00, no Cinema Charlot – Auditório Municipal, a Cativar, de Lisboa, encena “A História da Carochinha”. Ambos os espetáculos têm entradas a quatro euros.

“Mostra a Palhaça, pequenos números para pequenos com grandes palhaças!” é a proposta que a Fric à Frac: Companhia de Teatro Circo leva ao Cinema Charlot – Auditório Municipal no dia 18, às 11h00. À tarde, o Projeto Ruínas apresenta “Atelier Paixão”, às 14h00, na Casa Carlos César, nas instalações do Inatel de Setúbal. Para ambas as atuações os bilhetes têm o valor de quatro euros.

Ainda no dia 18, a partir das 18h00, no auditório da Casa do Largo – Pousada da Juventude, Eva Ribeiro conduz o workshop “A Travessia do Clown”, ação, com a duração de quatro horas, destinada a maiores de 16 anos que desejem conhecer a arte de ser palhaço. A participação tem o custo de dez euros.

A GATEM leva a cena, no dia 19, às 11h00, no Fórum Luísa Todi, a peça “Dona Natureza”, espetáculo que “apela à consciência ecológica e já se encontra quase lotado, uma vez que tem sido amplamente solicitado pelas escolas”, segundo a presidente da GATEM, Céu Campos.

As entradas têm o custo de quatro euros.

À tarde, com início às 14h00, no Teatro de Bolso, é encenada a peça “João Pé de Feijão”, pela companhia brasileira Cia Teatral Procênio. Os bilhetes têm o valor de 3,50 euros.

As atrizes espanholas Paula Dominguez, Laura Távora e Tamara Moreno representam, no dia 20, às 11h00, no Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, a história “O Capuchinho Vermelho”. As entradas têm, também, o valor de 3,50 euros.

Ainda no dia 20, às 14h30, no Fórum Municipal Luísa Todi, o TAS apresenta “Auto da Barca”, espetáculo com bilhetes a quatro euros, destinado, sobretudo, a alunos no 3.º ciclo do ensino básico.

A companhia Rugas leva, no dia 21, às 14h00, no Centro Social Nossa Senhora da Paz, o espetáculo infantil “Jardim Pim Pim”, com ingressos no valor de 3,50 euros.

A Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense recebe no dia 22, às 15h00, “Forja”, tragédia inquietante produzida pela companhia Teatro Experimental de Mortágua.

Bilhetes a cinco euros, com possibilidade de aquisição do Pack Família, o mesmo preçário do espetáculo da noite, às 21h30, no Fórum Luísa Todi, “D. Quixote de La Mancha”, produção da GATEM em estreia na segunda edição do Bambolinices.

“É um espetáculo de comédia, romance e aventura, mas sobretudo muito poético, destinado a toda a família”, sublinhou o encenador Miguel Assis, responsável também pela adaptação da obra-prima de Cervantes.

A Monda Teatro e Música, de Lisboa, leva o espetáculo de teatro e de música para bebés “Kaô Embalos do Mundo”, no último dia do Bambolinices, 23 de fevereiro. A atuação, com entradas a quatro euros, tem início às 11h00 na Casa Carlos César.

A GATEM encerra o festival com a reposição de “D. Quixote de La Mancha”, às 17h00, no Fórum Luísa Todi, mantendo-se o preçário da primeira apresentação.

Reservas e informações adicionais relacionadas com o festival Bambolinices – Bienal de Teatro a Artes Performativas para Toda a Família através do endereço ceucampos.gatem@gmail.com ou dos telefones 965 051 347 e 265 719 598.

O programa completo e detalhado pode ser consultado em www.espelhomagico.pt.