A Câmara Municipal aprovou ontem, em reunião pública, a atribuição de um apoio global de 87.500 euros a repartir pelas sete coletividades participantes no Concurso das Marchas Populares de Setúbal 2020.

A preparar a edição deste ano do Concurso das Marchas Populares de Setúbal, que se realiza nos dias 20, 26 e 27 de junho, a autarquia salienta que a organização deste importante momento cultural, cujo êxito é garantido pelo “empenho, dedicação e entusiasmo” das coletividades, “obriga a um conjunto de investimentos técnicos, humanos e financeiros”.

Nesse sentido, a Câmara Municipal atribui um apoio financeiro para “garantir a manutenção dos índices de qualidade alcançados nos últimos anos”, sublinha a deliberação camarária.

Em 2020, de acordo com o regulamento em vigor, participam a concurso a União Desportiva e Recreativa das Pontes, o Núcleo Bicross de Setúbal, o Clube Recreativo Palhavã, o Grupo Desportivo Independente, o Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, o Grupo Desportivo Setubalense Os 13 e a União Cultural Recreativa e Desportiva Praiense.

O valor total de 87.500 euros é distribuído em partes iguais por cada uma das sete entidades participantes, o que corresponde a 12.500 euros por coletividade, com o pagamento a ser repartido em quatro períodos.

Na primeira e na segunda tranches, entregues nos finais de março e de abril, são concedidos, respetivamente, 1500 euros e 2900 euros por entidade participante.

No mês de maio, cada coletividade recebe 4600 euros e, no início de junho, é atribuída a última fatia, de 3500 euros.